Arquivo da categoria: Economia

Lippi quer que Sorocaba cresça menos.

Saiu no jornal Cruzeiro do Sul desta segunda feira que o prefeito centralizador com sindrome de herói Vitor Lippi quer diminuir o crescimento da cidade de Sorocaba, com medo de que ela se torne uma Campinas em pouco tempo.

Sob o argumento de que falta mão de obra qualificada para receber outras empresas, Lippi diz que temos que preparar primeiro a mão de obra antes de trazer mais empresas. Existem muitos desempregados na cidade, mas ele acredita que o caminho está na aprendizagem formal, nos treinamentos tradicionais. Acho que quem deve decidir isso é a empresa que vem se instalar aqui. Se a empresa deseja vir pra cá, com certeza fará uma analise da cidade e vai calcular o investimento que ela terá de fazer em treinamento/capacitação, com dinheiro dela (e não dinheiro público).

Entre outras coisas, isso me soa como um atestato de incompetência  à empresa de planejamento urbano daqui, a URBES. Há um ou dois anos, eu entrei em contato com eles por que queria implementar o Google Transit voluntariamente em nossa cidade. Mas a atitude provinciana e centralizadora impediu que a URBES permitisse o surgimento de outros protagonistas não partidários que trouxessem esse tipo de melhoria para nossa cidade. Pelo visto a URBES não está conseguindo também sem antever ao crescimento da cidade.

Enquanto Lippi diz que não dá conta de administrar a chegada de novas empresas de tecnologia à cidade, os vereadores reclamam que o mesmo não dá espaço para que obras sugeridas por outros atores aconteçam. É o caso do vereador Claudio do Sorocaba I, que já está dizendo que o 2o mandato do Lippi deve começar no início de 2012, ano eleitoral. Já ouvi outros vereadores reclamarem também da falta de espaço dada pelo prefeito, inclusive veradores do mesmo partido.

Fica aqui meu alerta então para que a gente possa levar em consideração no ano que vem, ao eleger um futuro prefeito, suas características enquanto ser humano: ele é centralizador? Ele tem a sindrome do herói ou do paizão?

Desconfie se alguém falar “nossa, mas graças ao Lippi, Sorocaba agora é uma cidade muito mais bonita, organizada, feliz. Temos parques e avenidas lindas”. A cidade poderia estar 4 vezes mais bela se outros atores pudessem colaborar com o processo. Avalie também o processo, e não só o resultado! Lippi está pintando um quadro, mas tirou o pincel de todos os outros coleguinhas e não tá deixando mais ninguém brincar.

Abraços

Sites de compra coletiva em Sorocaba, para você comprar e divulgar seu produto

Os sites de compra coletiva já estão virando febre por aqui. Em média, o consumidor final tem conseguido 60% de desconto em restaurantes e 70% em outros serviços. No entanto, ao conversar com alguns estabelecimentos que foram atendidos pelos serviços, vi que algumas vezes, os grandes grupos das compras coletivas acabam abusando dos mesmos e se apresentando mais como empresa de marketing e publicidade do que como um agente de compra coletiva.

Fiz um levantamento dos sites que já estão funcionando por aqui e os que daqui a pouco vão começar a operar na cidade. Vou colocá-los na minha ordem de preferencia, considerando aqueles que fazem o melhor negócio para o cliente e para os estabelecimentos parceiros, sem praticar taxas abusivas aos comerciantes (famoso esquema fifty-fifty).

Sites em operação

Agente Coletivo
Ir para o site deles

Por enquanto este é o melhor site de compras coletivas que já vi operando na cidade e o que tem o melhor modelo de negócio para o comprador e para a empresa prestadora de serviço ou produtos.

Eles se destacam na minha opinião por venderem cupons que dão direito ao desconto no estabelecimento parceiro. Você então paga um valor bem barato no site e o restante é pago para o estabelecimento parceiro. Bom pra quem compra, bom pra quem vende, que recebe o dinheiro do cliente diretamente no dia em que ele for ao estabelecimento consumir sua promoção. Este modelo é bem diferente do pratico pelos outros sites, que entregam o dinheiro ao estabelecimento cerca de 15 dias depois do cliente ter consumido!

Se você possui um estabelecimento comercial e deseja entrar no mundo das compras coletivas para divulgar seu produto, recomendo o Agente Coletivo como primeira opção.

O Melhor do Bairro
Ir para o site deles

Eles ainda estão tímidos na cidade, mas as ofertas que comprei lá foram muito boas e bem explicadas. O estabelecimento parceiro de uma das promoções também elogiou eles e estava muito satisfeito com a divulgação e com o lucro que teriam. É um boa segunda opção.

Hoje Sim
Ir para o site deles

É um site da cidade. Acho que não comprei nada por lá, mas acredito que a negociação para quem possui um estabelecimento comercial é muito mais fácil. Eles devem ter uma certa flexibilidade que os grandes sites não possuem.

Peixe Urbano
Ir ao site deles

Eles possuem boas ofertas. Se você é consumidor e quer bons descontos, ou melhor, quer sempre ter onde comer uma pizza boa, num lugar legal e com preço acessível, vale a pena se cadastrar. Se você quer divulgar seu produto ou serviço, também vale a pena por conta da quantidade de emails que eles possuem, mas fique esperto! De acordo com alguns amigos que foram procurado por eles, o esquema seria o fifty-fifty. Serve mais como ação de publicidade do que ação de compra coletiva

Groupon (Clube Urbano)
Ir ao site deles

Diria quase a mesma que disse sobre o Peixe Urbano. Quer fazer uma massagem nesta semana com precinho merréca, se cadastre e sempre receberá uma oferta um especial.

Só fico com um pouco de pena de quem presta serviços, pois uma massagem de R$ 60, vai pra R$ 25 e desses o prestador de serviço recebe metade, a outra fica com o Grupon. Se eles venderem 300 massagens, você vai ter que entregar as 300 massagens à R$ 12,50 cada. Espero que você consiga atender as 300 pessoas com a mesma qualidade de que se estivesse cobrando os R$ 60,00

Sites que vão começar a operar em breve

Adoro Oferta
Ir ao site dele

Eles ainda não lançaram nenhuma oferta até onde sei, mas uma amiga minha foi procurada por eles  para anunciar seus serviços e gostou muito do modelo de negócio. Vale a pena se cadastrar e esperar pelas ofertas do site.

Zé Oferta
Ir ao site dele

Se cadastre por lá, daqui a pouco já entra no ar.

Conversão de carros antigos a gasolina para Alcool

Achei que deveria dar o meu relato sobre a conversão que fiz em meu Siena e o que ocorreu até agora com ele.

Antes de realizar a conversão, pesquisei um pouco sobre o assunto, pois estava com receio dos efeitos colaterais dela, e até por isso vou deixar meu relato aqui.

Tenho um Siena 1.3 16V 2001/2002 ELX a gasolina originalmente. Em Fevereiro passado fiz a conversão do mesmo para trabalhar com Alcool utilizando um equipamento chamado DualFlex.

Paguei cerca de R$ 250,00 na época pela conversão (sem a partida a frio).

A primeira coisa que tive que fazer foi trocar o filtro de combustível, logo que saí da oficina mecanica, colocando um filtro para alcool, que me custou mais uns R$ 25,00.

Logo percebi que mesmo nos meses quentes o kit de partida a frio (que injeta gasolina no momento da ignição) seria necessário. O carro não pegava de primeira nem em fevereiro acaba misturando muita gasolina no alcool pro carro funcionar bem.

Instalei então o kit de partida a frio por mais R$ 100,00 em Junho. O Kit injeta gasolina somente no momento em que o motor está frio. Se você desligar o carro depois de ter andado uns 5 minutos com ele e for liga-lo novamente, o sistema não injetará a gasolina.

Isto resolveu o problema e o carro pega quase sempre na primeira (salvo em dias muito frios). Mas não tem jeito, quando motor do Siena está frio, sempre dá umas engasgadas. Isso passa depois dos primeiros 2 minutos dirigindo.

Originalmente meu carro tinha uma bateria de 40 mili amperes. Por recomendação de algumas pessoas, troquei a mesma por uma bateria mais forte, de 65 ma. Isto é opcional, mas melhorou muito o desempenho da partida.

Problemas?

Não tive até agora problemas diretos relacionados a conversão. Já devo ter andado uns 10 mil quilometros.

Tive um problema recentemente que acredito estar relacionado à conversão, no medidor de combustível. Não sei exatamente o que faz essa medição, mas não está funcionando bem, já que está marcando mais combustível do que realmente tem no tanque.

Desempenho

O carro tem feito 9 Km com um litro de alcool. Com a Gasolina fazia de 12 a 14Km/litro.

Por enquanto posso dizer que esta conversão valeu a pena e stá gerando alguma economia pra mim.

Todas as pessoas que falaram comigo, disseram que eu teria que trocar a bomba de combustível pois ela iria parar de funcionar. Até agora ela está funcionando muito bem. Espero que continue assim!

A dica que deixo é pra que faça a instalação do kit de partida a frio já no momento da conversão, ou compre um carro flex de fábrica heehheheeheh!

The Good Life

Um vídeo muito interessante sobre simplicidade e sustentabilidade de certa forma. A very interesting video about simplicity and sustainability

Comecei a traduzir mas minhas capacidades em inglês são limitadas 🙁 Então segue a versão original:

httpv://www.youtube.com/watch?v=McvCJley78A&s=353

E pra quem traduzir, o link é:

http://www.transyoutube.com/watch?v=McvCJley78A&s=353

Internet móvel com Claro 3G

Cansei! eheheheh parece nome de movimento de rico e tals, mas eu realmente cansei de ficar na mão da Vivo e de seu serciço Vivozap.

Estava há pelo menos um mês com problemas de conexão com o Vivozap, mesma estando na Av. Pauslita por incrível que pareça. Abri diversos chamados, e embora tenha sido bem atendido (aparentemente o Call Center deles melhorou muito nesses dias) acabei descobrindo que não são os atendentes que vão resolver a infraestrutura da rede da Vivo.

A gota d’água foi ontem, quando fiquei uma hora e meia parado no trânsito, voltando pra Sorocaba de õnibus e mesmo estando ao lado da Barra Funda, o sistema não funcionou. Fiquei pasmado e na hora decidi cancelar meu plano (ou melhor, mudar para Vivozap Avulso pra não pagar multa contratual).

Como já estava namorando a Claro, cheguei em Sorocaba e fui direto pra loja comprar um modem e contratar o serviço de 500K. Já havia feito aquela pesquisa básica sobre quais placas eram compatíveis com o Linux e fechei com a D301 da Giant, que no momento era a única disponível na loja.

Vos escrevo este artigo navegando na internet da Claro, na Castelo Branco indo de Sorocaba pra São Paulo no Cometa, empresa de ônibus que interliga as duas cidades.

Como conectei o D301 no Ubuntu 8.04 e a conexão da Claro 3G na Castelo, serão assuntos de outros posts.

Só pra vocês terem uma idéia, consegui conectar na minha casa em Sorocaba a 500Kbits cravados com a Claro 3G, velocidade que eu contratei. Nem em São Paulo eu consegui essa velocidade com a Vivozap!

Fica aqui então meu ponto positivo pra Claro 3G em relação a Vivozap. É claro que deve haver vários pontos positivos do Vivozap em relação à Claro, mas por enquanto a Claro é mais a minha cara.

Até 🙂

Valores culturais e mercado cultural.. Riquezas culturais X exploração da cultura

Foto: Cavalo-Marinho – Brésil : Fête de Rue du Nordeste – Fnacmusic – Téléchargement de musique

Ontem navegando pela internet, durante uma hora de relax, dei uma procurada no Google por Cavalo-Marinho, um dos folguedos que mais amo. Realmente é uma riqueza de nossa cultura brasileira. Me deparei com um CD que pouca gente conhece por aqui, que se chama Cavalo Marinho, Brésil, Fête de Rue du Nordeste.

É um CD feito produzido por uma gravadora francesa chamada Buda Musique. Comecei a ouvir as faixas demo e vi que era, se não a melhor, uma das mais belas obras de Cavalo-Marinho que já ouvi. Relamente foi gravado com muito carinho e inteligência técnica. Me desesperei pra comprar o CD. Procurei em tudo que é loja virtual no Brasil e adivinha só…. nada de Cavalo-Marinho du Nordeste hehehehehe.

Realmente este CD só está disponível pra venda na frança, em lojas vituais francesas. Nada mais justo.. a gravadora veio aqui, fez um trabalho maravilhoso e tá vendendo lá na frança… só não tenho idéia de quem compra este tipo de CD por lá!

Eu então resolvi comprar o CD, custava 25 Euros! R$ 60 e poucos reais! (fora o frete)! Ia chegar aqui por R$ 100,00. Resolvi então comprar só os arquivos MP3 da gravação… melhor, saiu o CD inteiro por 9 euros.

Agora o que me encucou nesta história toda foi saber que os franceses vieram aqui, capturaram, incentivaram e registraram nossa cultura. Depois eu fui e comprei um CD na frança, que não passa por fronteira física já que o produto que recebi são apenas bits, arquivos MP3s transferidos pelo Ciberspaço, logo não pago imposto nenhum de importação e a venda deste CD de cultura popular Brasileira não gerou receita financeira nenhuma para o Brasil (estou enganado?). Os franceses lucraram com a exploração de nossa cultura. Nada contra, achei o trabalho deles bárbaro.. meu lamento é que não fomos nós que fizemos e por isso acho que pouca gente vai ter acesso a este CD, muita gente que queria…

Cultura popular a parte, acho que este post meu abre um arquivo em minha cabeça que é a questão de produtos multimídias e o comércio internacional deles. Não entendo muito bem como funciona esta questão de importação e exportação, taxas e impostos, mas é bem interessante imaginar que posso comprar 1000 CDs de música e não pagar impostos de importação nenhum e, por incrível que pareça, estar dentro da lei!

É de se pensar, não?

Blogado com Flock

Tags:

Skype out, estou tentando outra vez

Alguns meses após testar o skype out sem muito sucesso, voltei a utilizar esta semana este serviço que permite realizar ligações de longa distância a um custo reduzido.

Desta vez estou me dando bem com o software skype e com a qualidade da ligação. Por incrível que pareça eu consegui ser ouvido em todas as ligações que realizei e não tive mais o problema de delay que havia antes.

Dei uma monitora no consumo de banda com o iptraf enquanto realizava uma ligação do meu PC para um telefone fixo através do skype:

skype.png

O interessante é perceber que a taxa de download (Incoming rates) é muitíssimo menor do que a taxa de Upload. Teoricamente pelo que observei, a taxa de download fica ali nos 5.2 Kbits ou 0,65 KB/s enquanto a taxa de upload fica entre 28 e 41 Kbits ou em média 5KB/s.

Não sei por que o upload é tão maior assim, mas pra minha surpresa está tudo funcionando muito bem aqui com minha conexão Net Virtua de 200Kbits/s.

Quanto as tarifas, achei que o preço subiu um pouco desde a última vez que utilizei o serviço, mas acaba compensando se como eu você precisar fazer ligações interurbanas em horário comercial para fixos e celulares.

Resumidamente, até agora eu falei 50 minutos ligando de Sorocaba pra São Paulo entre telefones fixos e celulares e gastei R$ 9,00 em créditos, ou seja, na média uns R$ 0,18/minuto. É claro que se eu tivesse somente ligado para telefones fixos minha economia seria maior, pois o minuto está algo do tipo 5 centavos.

Se eu fosse fazer uma comparação com meu celular, eu falo 120 minutos locais e pago R$ 100,00. Se estivesse utilizando o skype, pagaria R$ 25,00 para falar esses mesmos 120 minutos e o melhor, para qualquer cidade do Brasil.

O engraçado é saber que pelo skype é mais barato ligar de Sorocaba pra São Paulo do que de Sorocaba pra Sorocaba!

Acho importante divulgar estas informações e este meu “case”  para incentivar o uso desta ferrament, pois desta forma, acredito eu, os poderosos da telecomunicação deveram rever seus preços abusivos visto que existem alternativas para eles.